Jornal O Tempo | Jornalismo de qualidade
BIBLIOTECA DE EVENTOS
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
evento
Filter by Categories
Cheinhas e gostosas
Os padrões mudam, mas uma bela mulher como Flávia Botelho sempre atrairá olhares por onde passar.
Babi Monteiro faz jus à frase de Julios d’Gales: “todas as mulheres são repletas de curvas; algumas delicadas, outras perigosas. Porém a única letal é o sorriso!
As mulheres tem poderes: na passarela, Graziele Oliveira e Fabíola Botelho.
Mulheres que usam a energia e a alegria de viver em seu favor: Dayanne Freire e Kelcia Noemia.
Lídia Sucasas é a cara daquela frase: “quando uma mulher sabe o que quer, não há pedra ou buraco no caminho que a faça descer do salto (autor desconhecido).
Uma mulher poderosa se impõe pela personalidade, que lhe traz um elegância natural, como a de Bruna Vitória
Poder não é para quem quer, mas para quem pode: Tânia Mara, Babi Monteiro; Natália Dallafini e Délany Vargas
Pandora: olhos que dizem o jeito certo de ser olhada e admirada
Natália Dallafini: “não há mulheres perigosas, há apenas homens fracos (André Maurois)
É assim, quase perfeita, que Mariana desfila pela terra e pelo mar.
Gordinha, cheinha, fofinha, mas fundamentalmente gostosa: Gi Freitas
Plena de autoestima, Lohane Pavioti caminha pelo mundo de bem com a vida e consigo mesma.
As mulheres constituem a metade mais bela do mundo (Rousseau): CAROLINA BRESSOLINI e JESSICA VERLY.
Grazi Natalia E Vanessa Araújo.
ANA FLÁVIA PENTAGNA GUIMARÃES E PATRICIA MILI
“Mulheres tarja preta, contra indicadas, que causam dependência física, toma-se uma dose já desejando outra (Fernanda Young): Celira Fonseca, Natalia Oliveira e Grazielle Keith.
Anuncie aqui
Compartilhe