Jornal O Tempo | Jornalismo de qualidade
BIBLIOTECA DE EVENTOS
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
evento
Filter by Categories
O HOLANDÊS ERRANTE
A Fundação Clovis Salgado apresenta “O holandês errante”, primeira grande ópera de Richard Wagner, do dia 20 a 26 de outubro no Palácio das Artes
Inédita em Minas Gerais, a montagem narra a busca pelo amor inalcançável entre uma jovem que vive em uma vila portuária banhada pelo mar da Noruega e um marinheiro amaldiçoado.
No elenco, a soprano Tati Helene (Senta) e o tenor Paulo Madarino (Erick)
O barítono argentino Hernan Iturralde, no papel de capitão do navio, é um dos protagonistas da história
A ópera tem a direção musical e regência de Silvio Viegas e concepção e direção cênica de Pablo Maritano
Além da participação no elenco da Orquestra Sinfônica e do Coral Lírico de Minas Gerais
Gustavo Eda (Timoneiro) e Coral Lírico de Minas Gerais
O palco se transforma em um ambiente em que o mundo da fantasia, representado pelo capitão do navio e sua tripulação fantasmagórica, encontra o mundo real
O maestro Silvio Viegas destaca a música de O Holandês Errante como o grande destaque dessa produção inédita no repertório da FCS
Desafiar, tentar, vagar, errar, são verbos conjugados e musicados nessa ópera pela genial pena de Wagner”, diz Augusto Nunes-Filho, presidente da Fundação Clóvis Salgado
O baixo Savio Sperandio interpreta Daland
O Holandês Errante foi ambientada em uma vila portuária da Noruega, na segunda metade da década de 1800
O cenário é um elemento à parte na narrativa, com elementos suspensos e alusivos, ora pendendo para o peso e a realidade da vila, ora flutuando entre a existência e as errâncias do Holandês
O cenário de O Holandês Errante é uma criação do cenógrafo Renato Theobaldo e apresenta um aspecto sóbrio e abstrato
A mezzosoprano Denise de Freitas (Mary) e Tati Helene (Senta)
As vestimentas do elenco refletem o universo fechado da vila e predominam, na paleta de cores, tons mais escuros, como o preto e o marrom, e sóbrios, como o cinza e o bege
Destino, amor, poder, dinheiro, fidelidade, vida e morte condensam-se em tempestuosas nuvens e ondas que conduzem a vida humana também nos períodos de calmaria, temperando e salgando a própria existência
Anuncie aqui
Compartilhe